Rozès brilha no mercado francês

A Rozès, empresa de vinhos do Douro e Porto, reforçou a presença no mercado francês. No balanço do ano de 2010, os dados da empresa indicam que os números de exportação superaram as expectativas, sendo mesmo o principal país a nível de vendas para a marca, pois representou em 2010, cerca de 65 por cento do total da comercialização.

A confirmação de que a Rozès está em alta neste mercado surge com a dupla distinção alcançada na edição de 2011 do prestigiado concurso Vinalies Internationales. Na categoria Vinho do Porto, o Rozès Vintage 2008 arrecadou a Medalha de Ouro, enquanto que o Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008 recebeu a Medalha de Prata na categoria vinhos do Douro.

Produzidos na Região Demarcada do Douro, os vinhos da Rozès têm aumentado a sua quota de mercado em França. Para além de um crescimento de 36 por cento, face a 2009, e um total de 1.330.000 garrafas vendidas em França durante o ano passado, nas últimas três edições do Vinalies Internationales, o mais importante concurso do sector naquele país, os produtos da marca têm recebido as melhores referências por parte do exigente júri que compõe o painel de provas.

O Vinalies Internationales é um concurso de renome mundial que, anualmente, premeia a qualidade dos vinhos, seleccionando e destacando os mais promissores. Conquistar uma medalha neste concurso significa o reconhecimento da qualidade face ao mercado vitivinícola internacional, atribuindo simultaneamente prestígio e notoriedade aos vinhos e às empresas.

Importante mercado estratégico para a Rozès, França tem uma vasta tradição no sector vitivinícola, tratando-se, portanto, de um mercado altamente exigente e que apenas acolhe os melhores entre os melhores.

 

Entre mais de 3500 vinhos de todo o mundo, o Rozès Vintage 2008 (DOP Porto) recebeu a Medalha de Ouro, e Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008 foi premiado com a Medalha de Prata (DOP Douro) no Vinalies Internationales 2011

Notas de Prova:

Rozès Vintage 2008

vintage2008_garrafa_p_block

De cor retinta, o Rozès Vintage 2008 no nariz apresenta grande expressividade aromática, notas florais de frutos vermelhos e pretos bem maduros, onde predomina a cereja, a amora e a ameixa.
Com uma excelente estrutura e um elevado potencial de envelhecimento, na boca é um vinho muito concentrado, com taninos firmes, mas suaves, e notas de especiarias.
Acompanha muito bem queijos fortes, sobremesas de chocolate e bolos gelados de frutos vermelhos. Deve ser servido entre os 14º e os 16º C.

Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008

quinta_do_grifo_reserva_2008_02_240

O Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008, de tonalidade rubi concentrado, tem uma boa riqueza aromática, dividida entre notas químicas, florais e de frutos pretos maduros, com um toque abaunilhado e ligeiramente tostado. Na boca, mostra uma textura apaixonada, ritmada por um equilíbrio perfeito entre taninos suaves e acidez.
Este é o vinho ideal para acompanhar pratos da cozinha tradicional portuguesa, devendo ser servido a uma temperatura entre os 14º e 16º C.

 

 

Entre mais de 3500 vinhos de todo o mundo, o Rozès Vintage 2008 (DOP Porto) recebeu a Medalha de Ouro, e Quinta do Grifo Grande Reserva Tinto 2008 foi premiado com a Medalha de Prata (DOP Douro) no Vinalies Internationales 2011